Título: => Da maquina de roubar almas, à máquina de registrar memórias <=

Ano: 2020

Organização: Naine Terena, Téo Miranda

Tipo de registro: livro (book)

Categoria: Comunicação (Communication)

Palavras chaves: Pessoas

A obra é uma homenagem à mestra da Cultura Mato-grossense Naine Terena de Jesus, reconhecida através da Lei Aldir Blanc. Está composta por cinco capítulos, os dois primeiros fazem um resgate histórico das famílias paterna e materna de Naine, documentando sua ancestralidade dos povos originários, traçando a linhagem paterna e suas raízes, assim como a linhagem materna e os antepassados do povo Terena.
Os capítulos três, quatro e cinco, trazem respectivamente: o percurso da vida artística de Naine, desde a sua adolescência, marcada pela afirmação étnica e valorização das culturas tradicionais através do teatro; sua produção artística e curadoria da histórica exposição Véxoa: Nós sabemos, na Pinacoteca (SP); e sua intensa atuação nas redes digitais na utilização das novas mídias como ferramenta de resistência e de diálogo entre conhecimentos contemporâneos e ancestrais.